Pensamento Saudável do Dia #2

23 março '12 por , em Alimentação, Beleza, dicas.

O que é comida?

Dizem que uma das melhores formas de definirmos algo é dizendo o que ele não é. Vamos definir comida?

  • Comida NÃO é:
  • -carinho
  • -cobertor
  • -passatempo
  • -amor
  • -calmante
  • -sexo
  • -companhia
  • -hobby
  • -amigo
  • -distração
  • -recompensa
  • -punição
  • -terapia
(depois de ler essa listinha pensa em quantas vezes você usou comida pra compensar a falta de uma dessas coisas?)
Comida é: ALIMENTO
Acho que esse é o pensamento mais forte e difícil de aceitar. Pelo menos foi para mim. Sou taurina, amo comer! AMO. E pra mim o melhor programa é sair pra comer. Jantar, almoçar, lanchar, tomar café da manhã… me convidem que eu vou na hora! Do pão com manteiga na chapa da padaria da esquina à lagosta do restaurante bonitinho. Topo tudo e como de tudo.
Mas isso é diferente de usar comida pra preencher algo que falta. Comida serve para nos alimentar e deixar nosso corpo saudável, funcionando direitinho. Comida não é pra aliviar o peso de uma reunião tensa. Não é pra substituir uma companhia que falta. Não é pra comemorar uma notícia boa. Pelo menos não no dia a dia.

Pensa comigo: a gente ama fazer mil coisas e nem por isso faz tudo que ama todos os dias, concorda? Amo encontrar as amigas mas não saio todo dia, amo vinho mas não bebo todo dia, amo ir ao cinema mas não vou todo dia… Com comida é mais ou menos isso também… não é porque você AMA coxinha que tem que comer todo dia… comida pra divertir tem que ser exceção, não regra.

Não me entendam mal, já disse que AMO comer! De verdade! Mas percebi que acabava descontando mil frustrações na comida. O dia estava corrido: uma coxinha era alegria instantânea, estava estressada: um chocolate acalmava, feliz? torta pra comemorar… e assim a comida passou de alimento para recompensa.

E aí eu fui fazendo escolhas mais saudáveis no dia a dia e optando por alimentos que são bons pra minha saúde mas não são aquele abraço carinhoso de um risoto, sabe? (vai ter post com escolhas inteligentes) Não é que eu coma coisas horríveis, pelo contrário, amo saladas, sopas e grãos… mas tem coisas mais apetitosas que isso. Comer SÓ coisas deliciosas pode até trazer felicidade momentânea mas a longo prazo o resultado não costuma agradar muito. E a diferença nem é só no peso! Muda pele, cabelo e humor também…

E pra sentir menos necessidade de conforto através da comida eu busquei formas alternativas de mini felicidades diárias. Coisinhas bobas que ajudam a deixar a gente mais bem disposta. A cada vontade louca de comer algo pra me confortar eu ligava pra uma amiga, mandava um sms carinhoso, dizia eu te amo pro meu filho e tomava um copo d’água. A vontade louca vai sumindo, sumindo… e você aprende a diferenciar a comida que é só desculpa da alimentação saudável. E a vida, como um todo, fica mais saudável e feliz também… você passa a não dar tanta atenção pro chocolate e perceber o que tem de legal ao redor. É gostoso…

E de vez em quando eu meto o pé na jaca e como horrores! Mas se o dia a dia é controlado esse dia ou outro não faz tanta diferença… ainda mais se soubermos compensar depois… (assunto de outro post hehehe)

 

22 comentários

22 comentários to “Pensamento Saudável do Dia #2”

  1. 23.03.12 | Responder #1

    comentário por Lorena Borges.

    Tô adorando a nova Tag!

    Mas tinha que usar a coxinha de exemplo, pô? Logo a coxinha? AHAHAHAHAHAHA!

    Concordo com tudo, mas é muuuuuuuuuuuito difícil não transformar a comida e a bebida (essa é pior ainda, porque nem se encaixa na categoria alimento! é totalmente dispensável) nessas outras coisas ai que você citou!

    E acho que é bem por ai mesmo: comer certinho durante a semana pra, vez ou outra, enfiar o pé na jaca!

    =)

    • 23.03.12 | Responder #2

      comentário por Ana Paula Pedras.

      Menina… coxinha é meu ponto fraco! Acabei de descobrir! Foi tão natural que surgiu no texto todo! hahahahaha

  2. 23.03.12 | Responder #3

    comentário por Sassa Cravo.

    Tô adorando esses posts! Estão me dando uma mega motivação! bjooo

  3. 23.03.12 | Responder #4

    comentário por Lívia Sadala.

    Ana! Simplesmente estou amando seus posts!
    Estou fazendo acompanhamento com Nutricionista e estou conseguindo segurar minhas vontades loucas por comidas! Mas é que nem vc disse, se no dia a dia a gente controla, se um dia a gente quer matar as vontades, ele nem vai fazer tanta diferença assim!
    Ja quero saber das suas escolhas, rs
    beijos,
    Lívia
    http://www.blogsaladamista.com

  4. 23.03.12 | Responder #5

    comentário por ANA CASTILHO.

    Não preciso nem dizer como estou adorando os posts de vida saudável né? Afinal pedi tanto para você dividir sua nova forma de se alimentar e exercitar…

    Depois de ver como conquistou este corpão de hoje, fiquei muito curiosa! Tenho vivido o famoso efeito sanfona há um ano e com certeza a culpa está na questão emocional! Emagreço e depois compenso na comida mesmo. Amei e continue dividindo suas dicas por aqui. Está muito bacana de ler! bjão

  5. 23.03.12 | Responder #6

    comentário por Taís Rolim.

    Nossa Ana, que bonito isso tudo, chega a ser poético..rsrs…Eu to me identificando demais pq estou aprendendo a ver a alimentação, e principalmente o que ela não é, exatamente como vc disse. É difícil no começo, mas se tiver perseverança logo vê o resultado e percebe que tudo começa a melhorar em vc. Meu grande mal é o refri (aquele mais famoso do mundo) mas eu incrivelmente estou conseguindo deixar o vício e qndo tomo é muito pouco, e francamente, já não é mais tão gostoso como antes! Suco de laranja é bem melhor ever! Tudo está ficando mais equilibrado!
    Obrigada por compartilhar, qndo nos identificamos com o texto isso nos mais força de continuar!

    PS.: Vc está mesmo muito bonita! Aquele vestido de festa com manguinhas soltas ficou divino!

  6. 23.03.12 | Responder #7

    comentário por Sophia.

    Ana!! Foi exatamente com esse pensamento que eu emagreci!
    Não é porque eu amo que eu vou comer todo dia!
    Adorei o post!!! Resumiu exatamente meu pensamento! hehehe!

    Beijos!!

  7. 23.03.12 | Responder #8

    comentário por Izabella Figueiredo.

    Adorei o post, Ana!
    Inclusive estou lendo um livro que diz muito sobre isso, chama-se “Abra o coração e feche a geladeira”.
    Ainda estou aprendendo a pensar da forma que você descreve no post, mas são casos palpáveis de sucesso como o seu que me motivam cada vez mais e fazem com que esse equilíbrio não seja uma utopia tão distante.
    Aguardo outros posts nessa linha.
    beijos, querida!

  8. 23.03.12 | Responder #9

    comentário por Evelyne Andrade.

    Adoreiii o postt!!!!

  9. 23.03.12 | Responder #10

    comentário por Luciana Saldanha.

    Anaa!! Meu Deus, tinha uma venda nos meus olhos.
    Voce conseguiu passar tudo aquilo que eu sentia mais nao compreendia!!
    Ja vou colocar em pratica agora! kkkkk

    Muito obrigada, e voce PRECISA continuar esses posts, hehehe socorro!

    Obrigada pela ajuda! Um beijao!
    Lu

  10. 23.03.12 | Responder #11

    comentário por Lia Domingues.

    Gostei muito do post. Fui até inscrever seu blog no Google Reader, quando percebi que o GR não tá atualizando, só mostra alguns posts e não todos. Não aparece este, o “Ninguém quer usar uniforme”, o “a gente vive é no dia a dia” e outros vários…
    Bom, só um toque, de repente tem como corrigir o problema, porque quem usar o GR não vai acompanhar legal o que vc escreve e, convenhamos, reader de blog é tão prático! :-)

  11. 23.03.12 | Responder #12

    comentário por Beatriz.

    Adorei a TAG nova! Imprimi o texto e vou ler todos os dias =D

  12. 24.03.12 | Responder #13

    comentário por Luh Moraes.

    Adorei o post! Trabalho na área de Educação Física, sou personal trainner e vejo na academia a maioria das pessoas tentando resolver seus problemas numa guloseima qualquer! “Enfiar o pé na jaca” sempre e não ter controle pelo que se ingere é uma doença que deve ser tratada assim como se trata um usuário de drogas, por exemplo.Você é o que você come!! Adoro seu blog…e apesar de trabalhar numa área totalmente diferente da moda, tb tenho um blog que falo sobre meus gostos e o que me inspira! kkkk
    isso-meinspira.blogspot.com
    bjs

  13. 24.03.12 | Responder #14

    comentário por Fernanda Zanoni.

    Ana, querida
    Eu te acompanho há 2 anos.. e realmente tive a mesma impressão que vc está bem magrinha e linda…
    Sou nutricionista e o que você vem falando nos seus posts É TOTALMENTE VERDADE!!!!Voce disse coisas básicas e necessária como: se movimentar, comida não é recompensa e o mais mais importantíssimo: PENSAR MAGRO!!! juro pra vc que depois de 8 anos de experiencia na minha área, não há personal trainer ou nutricionista que faça alguém emagrecer ou perder peso se a iniciativa não vier da própria pessoa: PENSAR MAGRO!!!
    Parabéns pela iniciativa de trocar sua experiencia com todos, de maneira simples e verdadeira! PARABÉSN por esta conquista!!! bjão!!!

  14. 24.03.12 | Responder #15

    comentário por Mayra Fagundes.

    Ana você tem total razão!!
    Estou adorando esta nova tag,
    com certeza está me motivando cada dia mais
    a mudar pequenos habitos…

    bjinhos

  15. 24.03.12 | Responder #16

    comentário por Gisele Muller.

    Adorando a nova Tag!! Até li para o marido. A gente não se dá conta ao detalhes, né? Puxa! Faz toda a diferença na nossa vida. Na espera pelo Dia #3.

    Bjsssssss

    Gi Muller

  16. 25.03.12 | Responder #17

    comentário por Fernanda.

    Ana estou tentando pensar magro.
    Mudei algumas coisas e fiquei toda orgulhosa de mim.
    Obrigada e bjsss!!!

  17. 26.03.12 | Responder #18

    comentário por Juliana.

    Ana, estou gostando muito da nova tag.
    Tb tenho percebido o qnto uso a comida como refúgio… Sou mto ansiosa e como nos momentos de tédio.
    Continue com os pensamentos.
    Beijos
    Obs. Vc está mto mais bonita agora!

  18. 26.03.12 | Responder #19

    comentário por Fabiana.

    Oi Ana, tudo bem??

    Menina, estou adorando mto esse nova tag e vou confessar estou me identificando mto com ela!!! não podia deixar de comentar!!!
    Sim!! a mais ou menos 8 meses atraz resolvi por um ponto final a minha vidinha de descontar tudo na comida: frustações, alegrias, tristezas e principalmente a ansiedade!!! é, estava ansiosa, coisa que sou sempre, comia, comia e comia sem parar e nada saudável, sempre era uma batatinha frita (minha perdição), um hamburguer, um salgado uma coca – cola (sim, meu vício), e assim com 1,52 estava eu com 70kg!!!
    resolvi mudar a minha vida: continuo sim ansiosa mas agora se ansiedade é tamanha parto pra fruta ou pra corrida, descobri uma maneira de eliminar essa “adrenalina” do meu corpo. Fiz tbm como vc, passei a usar mais escadas, saladas… mudei e com isso posso dizer que já eliminei do meu corpitcho 9kg!!! pretendo eliminar mais 10kg no decorrer desse ano.
    então, ana, continue postando tag sobre “pensamentos saudável do dia” estou adorando e me identificando mto!!!

    beijos e abraços
    fabi

  19. 26.03.12 | Responder #20

    comentário por Cintia Machado.

    Ana,

    Vc tá conseguindo transmitir muito bem sua linha de raciocinio! Muito bacana!
    Também muidei meus pensamentos e hábitos há alguns meses e já emagreci um bom tanto, ainda falta, mas me sinto feliz e leve!
    Vale a pena!

    Bjs querida…continue os posts que são fantásticos!

  20. 26.03.12 | Responder #21

    comentário por Bia.

    Ana,
    AMEI esse post!!
    Eu tô numa fase bem mais controlada de alimentação mas mesmo assim ainda caio nessas “armadilhas” de achar que a comida vai resolver algum desses probleminhas e às vezes a gente nem se dá conta disso né?
    Bjos!

  21. 29.03.12 | Responder #22

    comentário por Joana.

    Amei o post!
    Identifico TUDO ISSO na minha vida, mas ainda não consigo aceitar que no dia de nervoso não vou comer. Fico com crise de ansiedade toda noite e toda noite quero comer chocolate, estou sem o fazer há 3 semanas, mas ainda sim como outras coisas, com carboidrato.
    Parar de descontar na comida realmente me parece uma tarefa muito complexa, mas ainda sim todo dia eu começo tentando.
    Eu sou uma compulsiva nada anônima e pretendo dar um jeito nisso nessa minha nova fase. E em primeiro lugar, de tudo, tenho que aceitar todas essas verdades.

    O pior vai ser o fim de semana, eu amoooo sair para comer coisas apetitosas sexta, sabado e domingo. A meta é reduzir para um só dia.

    Ufa, desculpa pelo desabafo, mas esse tema é tenso!

    Beijos

Deixe um comentário!








RSS feed for comments on this post